• Instagram ícone social

Instagram | @meupontodepartida

Autora | Corinne Sciortino

Formada em Direito e com vocação para viajar pelo mundo ! Minha obsessão é provar as mais diversas gastronomias, me perder pelos destinos e sempre sonhar com as próximas viagens.

Meu Ponto de Partida Blog Roteiros e Dicas de Viagem

Meu Ponto de Partida Blog Roteiros de Viagem
  • Instagram - Grey Circle
  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Pinterest - Grey Circle

Dois dias na bela Praga (Parte 1)

23.02.2016

Viajamos em

ABRIL de 2014

 

Praga é um daqueles destinos emblemáticos que são até difíceis de descrever. Para mim, compete com Florença como a cidade mais linda que já visitei. 

 

O Castelo de Praga e a Catedral de San Vito

 

Além de bela, a capital da República Tcheca foi a nossa primeira viagem para o Leste Europeu. Talvez, para muitos, a primeira cidade que vem à cabeça quando se pensa nessa parte do globo. Claro que Budapeste e Viena são igualmente conhecidas e desejadas, mas a cidade que se expandiu às margens do Rio Moldava (Vltava) tem seu charme especial, certamente!

 

Chegando em Praga de trem

De Berlim, bastou um trem de 5h para chegar à cidade (clique aqui para saber sobre a nossa viagem de trem e estadia na capital alemã).  

 

 Trem de Berlim à Praga

 

Fica a dica de não (nunquinha mesmo) andar nos táxis que ficam circulando ou parados pela cidade. Se precisar de algum transfer de confiança, utilize o Prague Airport Transfers. Nós usamos para irmos da Rodoviária ao Hotel e vice-versa. Adoramos o serviço! Aliás, outra excelente dica do Bóia (Viaje na Viagem).

 

O carro que nos buscou na Rodoviária: serviço impecável

 

A Cidade das Cem Torres ou Cem Cúpulas ou, ainda, a Paris do Leste, é uma das cidades mais antigas da Europa, passando por diversas e diversas modificações durante o tempo - desde a quase destruição em 1424/33 à dominação soviética, chegando a recente separação da Eslováquia.

 

O Relógio Astronômico de Praga

 

É claro que de tanto ouvir falar, muitas pessoas chegam a Praga e esperam algo que talvez não exista em nenhum lugar. Mas podemos dizer que a nossa expectativa foi muito bem atendida. Além da beleza arquitetônica, o grande barato de Praga está mesmo na mistura da atmosfera desse lugar que transpira cultura, paisagens de tirar o fôlego e vida noturna agitada.

 

 O Rio Moldava e a Ponte Charles, o Castelo de Praga e a Catedral San Vito ao fundo

 

O mesmo rio do outro lado da margem

 


Onde ficamos: Hotel Kampa em Malá Strana
Devidamente aconselhados pelo Viaje na Viagem, escolhemos ficar no bairro de Malá Strana ("Cidade Pequena") e não nos arrependemos. Apesar de um pouco mais distante do Centro, estávamos a poucos passos da Charles Bridge (Karlov Must).

 

E Praga é uma cidade relativamente pequena, então dá para fazer muita coisa andando. O ponto negativo de Malá Strana é que não tem um metrô próximo, por isso, quase não o utilizamos. Usamos apenas o Bondinho (tram) de nº 22 que passa por vários pontos estratégicos!

 

Bondinho nº 22, a salvação! 

 

Ficamos no bem bacana Hotel Kampa e recomendamos: preço justo, quarto confortável e café da manhã em um salão com decoração medieval. 

 

Entrada do Kampa Hotel

 

Nosso quarto (mesinha e cama giga!), o banheiro e a vista para o parque

 

Café da manhã no salão medieval

 

Câmbio: trocando euros por coroas tchecas
A nossa história em Praga começou meio frustrante. A moeda é a Coroa Tcheca, então começamos a nossa jornada tendo que trocar o dinheiro que tínhamos (euros) e praticamente fomos assaltados (\o/). Tudo bem que o Alan deu bobeira e trocou o dinheiro logo na primeira casa de câmbio que viu e que, ainda por cima, ficava logo ao lado da Ponte Charles, um lugar mega turístico...

 

O 0% Comission é importante, mas a cotação é mais!

 

A dica é trocar somente o necessário para aqueles gastos iniciais e pesquisar a melhor cotação pela cidade.

 

Moedas tchecas

 

Kampa Park

De qualquer forma, a frustração momentânea foi completamente superada em minutos quando ali pelas redondezas vimos o Kampa Park, a Charles Bridge e as cercanias de Malá Strana

 

 

No Kampa Park fica o Museu Kampa. Há algumas exposições de arte rolando... Não chegamos a entrar.

 

Esculturas no parque

 

Eu! :)

 

 Subindo para a Charles Bridge

 

Charles Bridge

Essa é a principal ponte da cidade e a mais famosa. Sempre cheia de gente, turistas e eventualmente algum pickpocket ou trombadinha (cuidado!).  Antes de viajar, todos tínhamos nos avisado pra ficar de olho nesses pequenos furtos pela cidade...

 

Vista da Charles Bridge

Muitos vendedores na ponte

 

De cima da ponte olhando em uma direção...

 

...e agora na outra!

 

 

Já do outro lado do Rio e saindo da ponte

 

Praça da Cidade Velha 
Saindo da Ponte fomos em direção a Praça da Cidade Velha (Staromestské Námestí).

 

Esse prédio que fica bem perto da Praça é todo pintado. Lindo, né?

 

Chegando na Praça, com o relógio à esquerda e a Catedral Tyn ao fundo


Orloj, o relógio Astronômico de Praga, fica no prédio da prefeitura de Praga, logo em um dos acessos à Praça.

 

Uma aglomeração se forma em frente ao Orloj de hora em hora esperando o espetáculo que antecipa a mudança de hora.

 

 É tanta gente que às vezes sai uma cabeça no meio da foto hehe


A praça é muito bonita e há uma grande concentração de turistas. Vários restaurantes e atrações completam o visual. Tivemos sorte que fomos na época da páscoa, então a praça estava cheia de barraquinhas de comida (eu adoro uma feirinha <3) e o tempo estava lindo!

 

Barraquinhas da feirinha de Páscoa e ao fundo a Catedral Tyn com suas duas torres que representam Adão e Eva

 

 

A Estátua de Jan Hus (queimado na inquisição) e ao fundo (meio à esquerda) a Igreja de São Nicolau

 

Outro lado da Praça: repare naquele prédio ao fundo com pinturas

 

A praça estava toda enfeitada para a páscoa

 

 

Da Praça da Cidade Velha fomos andando até a Wenceslau Square. Andar pelas ruas da parte velha de Praga é um belo programa. Até quem não gosta muito, aprecia as construções e os detalhes que aparecem a cada esquina.

 

Falando em esquina...

 

 Tomar absinto em Praga é um programa que muitos fazem...Tem até sorvete!


Wenceslau Square
Na verdade, a Wenceslau perde até a graça perto das outras praças que vimos... Mas vale a pena dar uma passada por lá, sim! Adoramos o clima dessa praça e de toda a região mais nova da cidade. Muito bom para passear e ver uma lojinha ou outra. Se for fazer compras em Praga, essa praça e o Bairro Judaico parecem ser as melhores opções mesmo. 

 

 

Esse é o Museu Nacional (fechado para obras). Meio apagadinho, ali embaixo, está a estátua de Wenceslau.

 

 

Charles Bridge à noite
À noite, resolvemos fazer algo perto do hotel e fomos até a Charles Bridge. Novamente uma agradável surpresa! Não sei nem decidir se gostei mais da cidade à noite ou de dia...difícil né?

 

 

Muitas luzes!

 

 

Dizem que quem esfrega essa estátua volta à Praga. Eu quero! Essa é a Estátua de John of Nepomuk. Ele foi jogado dessa ponte...

 

Nos próximos posts, a nossa visita ao bairro judeu Josefov e ao famoso complexo do Castelo de Praga.

 

Beijos, 

Corinne

 

Ímã dessa Viagem:

 

 

 

Please reload

Autora | Corinne Sciortino

Formada em Direito e com vocação para viajar pelo mundo ! Minha obsessão é provar as mais diversas gastronomias, me perder pelos destinos e sempre sonhar com as próximas viagens.

Espero que goste de acompanhar as minhas andanças por aí.

 Continue lendo... 

Please reload